"Infernal" - Debut Album 2017

by Céu em Chamas

/
  • Streaming + Download



    Debut Álbum - "Infernal"
    09 track's + music video "Portões do inferno" bônus.

     

1.
04:26
2.
3.
4.
04:08
5.
05:34
6.
01:54
7.
8.
9.

about

Esse é o primeiro disco da banda, gravado no Black Stone Studio no segundo semestre de 2016 e a produção/edição/mix e master ficou a cargo de Bruno "EGG" Cestari, nosso amigo de longa data.

O disco inclui novas composições e também uma nova roupagem para as músicas do EP "Sopro da Destruição" gravado em 2014, somando o total de 09 músicas;

credits

released March 13, 2017

Gostaríamos de agradecer a todos os amigos, familiares, bandas que sempre nos acompanharam e apoiaram toda essa correria insana para gravação desse disco, deixando um agradecimento especial a nossas esposas/namoradas/noivas por nos aturarem todos esses anos e nos apoiarem em cada passo que demos.
Muito Obrigado!

tags

license

all rights reserved

about

Céu em Chamas Itapira, Brazil

Mantendo o metal como essência agregamos todas as influências e experiências musicais sem barreiras para criação, pegando um pouco da estrada de cada um desde o punk/hardcore, metalcore, death, grind, thrash, heavy e etc, criando assim uma massa sonora intensa e pesada, montando assim nosso DNA em cada riff e palavra cantada.

Metal Desgraceira \m/
... more

contact / help

Contact Céu em Chamas

Streaming and
Download help

Track Name: Lutar
"Lutar"

Degradação Humana
Feridas abertas
Sangue em meus olhos
E o seu rosto se esconde

Minha alma queima
Tudo ao meu redor
Está vazio e sem cor

Meus pulsos
Batem alucinadamente
Esse seria o meu fim?

A chuva negra
E o caos destruidor
São derramados em
Minha cabeça

Porque eu quero respirar - Lutar!!
Porque não quero mais sofrer - Lutar!!
Porque não quero mais morrer - Lutar!!
Levantarei em meio ao caos - Lutar!!

Informações massivas
Mentiras, injustiças e ilusões
Deturpam a minha mente
Fraca de emoções
Minha liberdade você irá devolver

Lutar!! Lutar!!

Minha sanidade, você irá devolver
Minha liberdade, você irá devolver
Track Name: Portões do Inferno
"Portões do Inferno"

Um cego perde seu caminho
Na escuridão de sua alma
Ainda exala esperança

A degradação de suas virtudes
Pesam como os portões do inferno
Suas lágrimas queimam o rosto
Já definhado pela dor

Levantar irá, sucumbir jamais!

Seus punhos quebrados, já não sente mais
Seu orgulho destruído, não se fortalece
Delírios e gritos invadem sua mente
Entorpecida pelo veneno do caos
Track Name: Gritos e Sussurros
"Gritos e sussurros"

A Insanidade
A Enfermidade
Destroem minha identidade

O sangue
O choro
Gritos e sussurros

Espalham minha loucura
Disseminam todo mal

Que se abriga
Na minha alma
Rodo em círculos
Caio, levanto e respiro!
Nada está completo

A fúria em minha volta
A destruição dos meus ideais
Rasgam minha liberdade

Constroem meu vícios
Usurpam minha realidade
Queimam meus ossos
Destroem a minha alma
Track Name: Correntes
"Correntes"

Ilusões, injustiças
Ferem a minha alma
Como último
Sopro de vida

Meus pensamentos irreais
Se confundem com a realidade
De miséria, caos e degradação

O seu comprometimento
Em nos punir e escravizar
Destrói a minha sanidade

Levantarei em meio ao caos
Quebrarei minhas correntes
Seguirei meus ideais
Derrubando meu opressor

Sem medo
Sem as correntes
Sem Dor
Derrubarei meu opressor!
Track Name: Caos
"Caos"

O seu medo
A sua inveja
Consomem
A minha Alma

Corra, fuja
Te encontrarei

Minha alma Libertarei
Minha honra Libertarei
Minha dor Libertarei
Minha vida Libertarei

Punhos fechados
Sangue nos olhos
Destruição em massa

Corra, fuja
Te encontrarei

Libertarei!!!
Track Name: Inferno
"Inferno"

Fúria,Caos
Morte!!
Injustiças,ilusões
Morte, Morte!!

Fomos deixados para trás
Inimigos do poder
Escravizados pelo sistema
Que corrompe e marginaliza

Seu sangue derrubarei
Seu inferno criarei
Como um anjo negro
Disseminarei o seu desejo
Track Name: Sopro da Destruição
"Sopro da Destruição"

Ódio e Sangue
Queimam em minhas veias
Meus ossos se destroem
A fúria cega meus olhos

Destruir, Queimar
Seu império derrubar
Com sua tirania

Guerra, Sangue e Ódio
A sua volta

Sem trégua
Criarei a sua miséria
Alma negra
Exalando Maldade

Você se ajoelha
Pede por Perdão
Serei o Sopro
Da Destruição!!